Posso usar roupas íntimas sob a cinta depois do enxerto no bumbum?

Muitos médicos recomendam usar roupas íntimas sob a cinta, pois isso reduz prováveis irritações da pele.

É sempre importante lembrar que roupas de compressão são essenciais após o enxerto de gordura no bumbum

Ela também ajuda no contorno dos locais de doação, bem como ajuda no inchaço, por isso a paciente pode usar roupas íntimas sob a cinta.

Não apenas os cuidados pré-operatórios, como realização de exames solicitados pelo cirurgião, mas também o pós-operatório, influenciam bastante no resultado da cirurgia.

Além da roupa íntima após o enxerto de gordura no bumbum, o que se deve usar?

Algumas vezes as roupas de compressão não pressionam adequadamente o local em que a gordura foi transferida, ou mesmo retirada.

Por isso é recomendado que a paciente procure pelo cirurgião plástico e converse sobre seu protocolo para roupas de compressão.

Geralmente a recomendação é que não haja nem excesso, nem falta, de compressão. Costuma-se dizer que a cinta deve ficar justa sem machucar.

Essas malhas têm a função de exercer pressão sobre o corpo, ajudando a reestruturar os tecidos que passaram por algum trauma na cirurgia.

De fato, elas ajudarão a “colar” a pele que foi descolada pela lipoaspiração de volta aos músculos.

No caso dos glúteos, ajudarão a evitar que a gordura migre de onde ela foi colocada durante a cirurgia.

As roupas de compressão também contribuem para o funcionamento da rede linfática, e na diminuição do edema. Evitando assim o acúmulo de líquido, como o seroma.

Assim, todas essas e outras informações o cirurgião plástico responsável passará à paciente durante todo o processo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *